GShow: Karol Conka se sente uma heroína: ‘Antes de tombar, minha missão é tirar as pessoas da depressão’

Nos bastidores do ‘Domingão do Faustão’, cantora diz ter criado uma personagem e que já quis se vestir como duendes e fadas na adolescência

Ainda na adolescência, antes mesmo das letras de rap invadirem os caderninhos de anotações de Karol Conka, a curitibana já brincava de se montar em frente ao espelho, sonhando ser um duende ou então uma fada. Inspirada em salvar pessoas da depressão, a cantora assinou embaixo do empoderamento e ganhou fama com o hit “Tombei”, com quase 14 milhões de visualizações na internet. “Antes de tombar, minha missão é passar uma palavra de conforto às pessoas, e tirar algumas da depressão. Eu tenho essa ‘pira’.”


Foto: Carol Caminha/Gshow

E depois de passar pelo Domingão do Faustão (9/4), no Ding Dong, ela teve certeza de que está no lugar certo. “Sempre achei que o programa do Faustão você só aparece quando está no caminho certo da carreira. E quando recebi o convite tive a certeza de que estava fazendo o meu trabalho direitinho. É o programa de maior audiência na TV brasileira”, elogia a gata, que não economizou na purpurina para a atração.


Foto: Carol Caminha/Gshow

A escolha do cabelo na cor rosa também faz parte do pacote ‘mulher-maravilha’. “Achei melhor pintar de rosa, porque era a cor que eu menos gostava e queria chegar no espelho e quebrar essa coisa. E eu me acho um pouco ácida, minhas letras são muito sem massagem, às vezes, então precisava de alguma coisinha que me deixasse mais leve.”

E engana-se quem acha que o look só faz parte da agenda artística da gata. “Eu me produzo mesmo sem sair, tomo um vinho, fico me olhando, penso no que vou usar no outro dia. Não é que me monto para o programa, eu gosto de me montar para a vida (risos).”

 

Fonte: Gshow